font-size: 18px; Irreparável .comment-link

22 abril 2014

Resenha de "Azul da Cor do Mar" (Marina Carvalho)

"Quero mais!!"

Sinopse: ACASO, DESTINO ou LOUCURA? No caso de Rafaela, Pode ser tudo isso junto. Para alguém como ela, nada é impossível. Rafaela sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez... A idéia fixa não a impediu, porém, de ser uma menina alegre e muito decidida. Ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafaela Vilas Boas (um nome tão imponente para alguém tão desajeitado) conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais. Mas, como estamos falando de Rafa, alguma coisa tinha que dar errado. O jornal é mesmo incrível, mas seu colega de trabalho, Bernardo, não é a pessoa mais simpática do Mundo. Em meio a reportagens arriscadas – e alguns tropeços -, Bernardo acaba percebendo, contra a sua vontade, que Rafaela leva jeito para a coisa... E que eles formam uma dupla de tirar o fôlego. Mas e a mochila? E o garoto, o envelope, as cartas? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão.


Sabe aqueles livros que você acaba de ler e faz... "Ain, que lindo!"  ?
Os livros que li da Marina são exatamente assim, sem tirar nem pôr. E logo eu que nunca me julguei uma romântica incorrigível, consigo aflorar esse lado sensível numa facilidade incrível com esses livros dela. E depois de ter lido Simplesmente Ana, achei que meu coração não poderia amar tanto um personagem masculino que ela criasse, isso até Bernardo aparecer com toda a sua arrogância, e jeito de menino mal. Xonei! 

20 abril 2014

Leituras do mês de Março


Esse vídeo foi de rosca para sair esse mês, viu!
Primeiro para arranjar tempo de gravar, depois a câmera deu pau, depois o programa de edição deu pau. Dai eu resolvo baixar outro programa, e ele também deu pau. Quando eu estava quase desistindo, lembrei que tinha um antigo aqui, e resolvi usar ele mesmo. 
Então, finalmente, consegui trazer um vídeo de leituras! Ufa! 

18 abril 2014

Divergente [Filme]

"Babei!"

Sinopse: Na futurística Chicago, quando a adolescente Beatrice (Shailene Woodley) completa 16 anos ela tem que escolher entre as diferentes facções que a cidade está dividida. Elas são cinco, e cada uma representa um valor diferente, como honestidade, generosidade, coragem e outros. Beatrice surpreende a todos e até a si mesma quando decide pela facção dos destemidos, escolhendo uma diferente da família, e tendo que abandonar o lar. Ao entrar para a Audácia, ela torna-se Tris e vai enfrentar uma jornada para afastar seus medos e descobrir quem é de verdade. Além disso, Tris conhece Four, um rapaz mais experiente na facção que ela, e que consegue intrigá-la e encantá-la ao mesmo tempo.





Para inicio de conversa vou logo dizendo que sou uma negação quando o assunto é criticas de filmes por que eu tenho um grande mal: sou literalmente seduzido pelas mocinhas – mesmo que elas sejam um porre como a Bella – o que não é o caso da Tris. (Pausa dramática para o meu suspiro) PS: Não vou me delongar sobre a saga que foi a minha vida para assistir o filme, mas como a audácia nunca desiste, vamos ao que interessa de fato.

16 abril 2014

Resenha de "Real" (Katy Evans)

 "Ai, Remy... Você me mata!"

Sinopse: Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora dos ringues. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de suor, levando toda e qualquer mulher que o veja a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e REAL. Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar. O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos.

Assim que soube que a Novo Século traria a série da Katy Evans, e depois de várias conversinhas nos grupos de livros no Facebook, onde as meninas são fanáticas por Remy, resolvi tratar de ler o livro antes que já estivesse entediada de tantos elogios acerca dele. Costumo ser uma pessoa muito crítica em relação a essa categoria de livros (New Adult), e por isso queria tirar minhas próprias conclusões acerca de Real. Fiquei bem feliz em saber que ele realmente é tão bom quanto as pessoas afirmam. 

13 abril 2014

Seriado: The 100


Sinopse: A série se passa 97 anos após uma guerra nuclear devastadora. Os únicos sobreviventes eram residentes de estações espaciais em órbita da Terra. As estações espaciais se uniram para formar uma enorme chamado "The Ark". Os recursos são escassos e todos os crimes são puníveis com a morte. 100 moradores juvenis, condenados porque teriam sido crimes relativamente menores e delitos no pré-guerra Terra, são agora considerados "dispensáveis​​" e são enviados em uma missão para testar se a superfície da Terra se tornou novamente habitável. (Wikipédia)

Ok, sabia que o livro dessa série estava para ser lançado pela Galera, e dai me vi louca porque era mais uma distopia que queria ler. Daí eu fui ler mais sobre ela, e putz, ninguém tinha uma opinião positiva sobre. Então resolvi eu mesma ler e tirar minhas conclusões e, caramba, que livro ruim. Uma das piores distopias que vi na vida. Mas resolvi dar uma chance para a série, já que as vezes as coisas podem ser diferentes. Vi o primeiro capítulo e achei chatinho, vi o segundo e me viciei. Sério! Esperando a semana passar pensando no próximo capítulo. 

12 abril 2014

Resenha de "Adultério" (Paulo Coelho)

"E não somos todos animais?"

Sinopse: Minha tristeza se tornou rotina, ninguém percebe mais. Não consigo mais dormir direito. Sinto-me egoísta. Continuo tentando impressionar as pessoas como se ainda fosse criança. Choro sozinha e sem motivo no banho. Só fiz amor com vontade mesmo uma vez em muitos meses – e você sabe bem de que dia estou falando. Já considerei que tudo isso seja um rito de passagem, consequência de eu ter passado dos 30 anos, mas essa explicação não basta. Sinto que estou desperdiçando minha vida, que um dia vou olhar para trás e me arrepender de tudo o que fiz. Menos de ter me casado com você e tido nossos lindos filhos. 

– Mas isso não é o mais importante? 

Para muitas pessoas, sim. Mas para mim não é o suficiente.


Poucas foram as vezes em que tive uma ligação tão forte com uma personagem de livro.
Deveria me sentir culpada por estar me relacionando de alguma forma com uma personagem que é adúltera, o que é socialmente desprezível? Talvez, mas não me senti nem um pouco assim. Na verdade, eu e Linda poderíamos começar um grupo desses anônimos quaisquer por ai, porque, vamos combinar, achei que estava lendo a mim mesma em cada página do livro. 

10 abril 2014

Soprando velas




Feliz Aniversário!


Não imaginei que chegaria aos vinte e oito. Provavelmente não me imaginei nem chegando aos vinte. Tenho essa pouca perspectiva de futuro, e vou vivendo um dia de cada vez, tentando encaixar meus sonhos no buraco simplório e curto que é a vida. É fácil fazer isso quando se tem imaginação, e isso eu tenho de monte. 

09 abril 2014

Resenha de "Uma Vez na Vida" (Marianne Kavanagh)

 "Rápido e afetuoso"


Sinopse: Uma história de amor, encontros e.... desencontros! Conheça Tess. Obcecada por roupas vintage, ela está sempre enrolada no emprego que detesta e em dúvida sobre seu namorado bonitão Dominic, que conheceu na universidade. Morando em um adorável apartamento com sua melhor amiga, Kirsty, ela poderia se considerar uma pessoa de sorte. Mas se sua vida é tão perfeita, por que ela se desfaz em lágrimas toda vez que pensa no futuro? Conheça George. Um músico brilhante que divide seu tempo entre brigar com os companheiros de sua banda de jazz e se preocupar com o pai doente. Mas ele sabe que a vida não é só isso. Deve haver mais alguma coisa. Algo especial. Tess e George são duas partes de um todo, almas gêmeas. Para a sorte deles, seus amigos em comum sabem que eles são feitos um para o outro. O problema é que eles não se conhecem e, sempre que a oportunidade aparece, a vida chacoalha os dois para longe. E agora? Se todos têm uma alma gêmea, como o destino faz para uni-los? Acompanhe a história divertida e apaixonante de Tess e George durante uma década de encontros malsucedidos, frustrações românticas e uma dúzia de recomeços. Uma vez na vida é uma comédia romântica moderna e inteligente sobre amizade, destino e oportunidades perdidas e reconquistadas! (SKOOB)

Nunca acreditei nesse negócio de alma gêmea e tal. Na verdade, quando eu era adolescente eu acreditava em quase tudo o que me dissessem que tivesse o amor como principal motivador. E se as pessoas me falassem que eu tinha alguém que nasceu destinado para mim, mas que morava na China, eu tinha que acreditar. Ainda me apegava ao fato de que com amor, tudo é possível e provável. Essa é a premissa máxima desse livro, e até que, dentro das possibilidades de leveza dele, funcionou. 

07 abril 2014

Resenha de "Uma Carta de Amor" (Nicholas Sparks)

     "Adulto e triste"

Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.” Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

Talvez esse seja apenas o segundo livro do Sparks que eu posto resenha por aqui, mas acredito que seja o quarto ou quinto livro que leio do cara. Vocês sabem que não morro de amores por seus livros, por uma questão de previsibilidade, mas tenho que admitir que o cara consegue me deixar maluca o suficiente para ficar acordada até acabar o livro que estou lendo. Foi assim com todos os outros e, literalmente, perdi uma noite de sono com Uma Carta de amor. 

06 abril 2014

Lançamentos de Abril da Novo Conceito [@Novo_Conceito]


Olá seus lindos! Como estão as coisas por ai?????
Essa postagem era para ter vindo mais cedo, mas meu computador resolveu fazer graça esse final de semana, sim o computador novo, e deu problema no shift. Crê nisso? Pois é!
Mas antes tarde do que nunca, e os lançamentos da Novo Conceito estão pintando por aqui para vocês conferirem todos. 
Vamos logo, então...

Novo Conceito

Abril/ 2014