font-size: 18px; Irreparável .comment-link

13 abril 2014

Seriado: The 100


Sinopse: A série se passa 97 anos após uma guerra nuclear devastadora. Os únicos sobreviventes eram residentes de estações espaciais em órbita da Terra. As estações espaciais se uniram para formar uma enorme chamado "The Ark". Os recursos são escassos e todos os crimes são puníveis com a morte. 100 moradores juvenis, condenados porque teriam sido crimes relativamente menores e delitos no pré-guerra Terra, são agora considerados "dispensáveis​​" e são enviados em uma missão para testar se a superfície da Terra se tornou novamente habitável. (Wikipédia)

Ok, sabia que o livro dessa série estava para ser lançado pela Galera, e dai me vi louca porque era mais uma distopia que queria ler. Daí eu fui ler mais sobre ela, e putz, ninguém tinha uma opinião positiva sobre. Então resolvi eu mesma ler e tirar minhas conclusões e, caramba, que livro ruim. Uma das piores distopias que vi na vida. Mas resolvi dar uma chance para a série, já que as vezes as coisas podem ser diferentes. Vi o primeiro capítulo e achei chatinho, vi o segundo e me viciei. Sério! Esperando a semana passar pensando no próximo capítulo. 

12 abril 2014

Resenha de "Adultério" (Paulo Coelho)

"E não somos todos animais?"

Sinopse: Minha tristeza se tornou rotina, ninguém percebe mais. Não consigo mais dormir direito. Sinto-me egoísta. Continuo tentando impressionar as pessoas como se ainda fosse criança. Choro sozinha e sem motivo no banho. Só fiz amor com vontade mesmo uma vez em muitos meses – e você sabe bem de que dia estou falando. Já considerei que tudo isso seja um rito de passagem, consequência de eu ter passado dos 30 anos, mas essa explicação não basta. Sinto que estou desperdiçando minha vida, que um dia vou olhar para trás e me arrepender de tudo o que fiz. Menos de ter me casado com você e tido nossos lindos filhos. 

– Mas isso não é o mais importante? 

Para muitas pessoas, sim. Mas para mim não é o suficiente.


Poucas foram as vezes em que tive uma ligação tão forte com uma personagem de livro.
Deveria me sentir culpada por estar me relacionando de alguma forma com uma personagem que é adúltera, o que é socialmente desprezível? Talvez, mas não me senti nem um pouco assim. Na verdade, eu e Linda poderíamos começar um grupo desses anônimos quaisquer por ai, porque, vamos combinar, achei que estava lendo a mim mesma em cada página do livro. 

10 abril 2014

Soprando velas




Feliz Aniversário!


Não imaginei que chegaria aos vinte e oito. Provavelmente não me imaginei nem chegando aos vinte. Tenho essa pouca perspectiva de futuro, e vou vivendo um dia de cada vez, tentando encaixar meus sonhos no buraco simplório e curto que é a vida. É fácil fazer isso quando se tem imaginação, e isso eu tenho de monte. 

09 abril 2014

Resenha de "Uma Vez na Vida" (Marianne Kavanagh)

 "Rápido e afetuoso"


Sinopse: Uma história de amor, encontros e.... desencontros! Conheça Tess. Obcecada por roupas vintage, ela está sempre enrolada no emprego que detesta e em dúvida sobre seu namorado bonitão Dominic, que conheceu na universidade. Morando em um adorável apartamento com sua melhor amiga, Kirsty, ela poderia se considerar uma pessoa de sorte. Mas se sua vida é tão perfeita, por que ela se desfaz em lágrimas toda vez que pensa no futuro? Conheça George. Um músico brilhante que divide seu tempo entre brigar com os companheiros de sua banda de jazz e se preocupar com o pai doente. Mas ele sabe que a vida não é só isso. Deve haver mais alguma coisa. Algo especial. Tess e George são duas partes de um todo, almas gêmeas. Para a sorte deles, seus amigos em comum sabem que eles são feitos um para o outro. O problema é que eles não se conhecem e, sempre que a oportunidade aparece, a vida chacoalha os dois para longe. E agora? Se todos têm uma alma gêmea, como o destino faz para uni-los? Acompanhe a história divertida e apaixonante de Tess e George durante uma década de encontros malsucedidos, frustrações românticas e uma dúzia de recomeços. Uma vez na vida é uma comédia romântica moderna e inteligente sobre amizade, destino e oportunidades perdidas e reconquistadas! (SKOOB)

Nunca acreditei nesse negócio de alma gêmea e tal. Na verdade, quando eu era adolescente eu acreditava em quase tudo o que me dissessem que tivesse o amor como principal motivador. E se as pessoas me falassem que eu tinha alguém que nasceu destinado para mim, mas que morava na China, eu tinha que acreditar. Ainda me apegava ao fato de que com amor, tudo é possível e provável. Essa é a premissa máxima desse livro, e até que, dentro das possibilidades de leveza dele, funcionou. 

07 abril 2014

Resenha de "Uma Carta de Amor" (Nicholas Sparks)

     "Adulto e triste"

Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.” Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

Talvez esse seja apenas o segundo livro do Sparks que eu posto resenha por aqui, mas acredito que seja o quarto ou quinto livro que leio do cara. Vocês sabem que não morro de amores por seus livros, por uma questão de previsibilidade, mas tenho que admitir que o cara consegue me deixar maluca o suficiente para ficar acordada até acabar o livro que estou lendo. Foi assim com todos os outros e, literalmente, perdi uma noite de sono com Uma Carta de amor. 

06 abril 2014

Lançamentos de Abril da Novo Conceito [@Novo_Conceito]


Olá seus lindos! Como estão as coisas por ai?????
Essa postagem era para ter vindo mais cedo, mas meu computador resolveu fazer graça esse final de semana, sim o computador novo, e deu problema no shift. Crê nisso? Pois é!
Mas antes tarde do que nunca, e os lançamentos da Novo Conceito estão pintando por aqui para vocês conferirem todos. 
Vamos logo, então...

Novo Conceito

Abril/ 2014

04 abril 2014

Resenha de "Jogos do Prazer" (Madeline Hunter)

"Gostinho de quero mais"

Sinopse: A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento. Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão. Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos. Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos. 


Quem me acompanha por aqui sabe que das autores de romance de época que a Arqueiro publicou, a minha predileta é a Madeline Hunter. Gosto do contexto rico e muito nobre que ela insere em suas tramas. E absolutamente amo a poesia da sua escrita! Contudo, achei que gostei mais do primeiro livro dessa série, do que desse. Não li tão rápido quanto li o outro. Acho que tem muito da coisa dos personagens. Nunca morri de amores por Rose, por mais legal e maravilhosa que ela seja, e Kyle não foi meu mocinho predileto. 

01 abril 2014

Resenha de "Quando tudo volta" (John Corey Whaley)

"Encantador"

Sinopse: Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador.
O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fi ca em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas.
Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.


“Nós. Eu, você, sua mãe, seu pai. Estamos todos aqui, e somos todos boas pessoas. Todos nós vivemos nossa vida e não fazemos mal a ninguém. E estamos aqui, largados neste lugar horrível chamado Terra, para fazer o quê?”  Pag. 146

Enfim, QUANDO TUDO VOLTA ganhou o meu coração, literalmente. Por quê?...

30 março 2014

Resenha de "Silo" (Hugh Howey)

"Bom demais!"

Sinopse: O que você faria se o mundo lá fora fosse fatal, se o ar que respira pudesse matá-lo? E se vivesse confinado em um lugar em que cada nascimento precisa ser precedido por uma morte, e uma escolha errada pode significar o fim de toda a humanidade?Essa é a história de Juliette. Esse é o mundo do Silo.
Em uma paisagem destruída e hostil, em um futuro ao qual poucos tiveram o azar de sobreviver, uma comunidade resiste, confinada em um gigantesco silo subterrâneo. Lá dentro, mulheres e homens vivem enclausurados, sob regulamentos estritos, cercados por segredos e mentiras.
Para continuar ali, eles precisam seguir as regras, mas há quem se recuse a fazer isso. Essas pessoas são as que ousam sonhar e ter esperança, e que contagiam os outros com seu otimismo.
Um crime cuja punição é simples e mortal.
Elas são levadas para o lado de fora. Juliette é uma dessas pessoas. E talvez seja a última. (SKOOB)


Vocês sabem que é só falar em distopias, que meus dedos coçam e meus olhos piscam de vontade de ler. Foi assim com a maioria dos livros distópicos que li, e foi assim com Silo, que comprei pela Amazon quando ainda nem tinham lançado, e recebi na madrugada do dia do lançamento, e só fechei os olhos para dormir quando não consegui mais ficar acordada. 

28 março 2014

Lançamentos de Abril [@editoraarqueiro] [@SdE_Brasil] [@sextante]


Olá, pessoal! 
Hoje vou contar a vocês sobre alguns lançamentos de Abril da Arqueiro, Sextante e Saída de Emergência. 
Temos novidades deliciosas como Nora Roberts na série casamenteira dela, e o maravilhoso Patterson vindo com mais um livro para nos deixar atônitos. Sem contar meu amado Paulo Coelho. Ai ai, o mês já vai começar lindo por aqui! *-*
Vamos lá?!